HomeO CasamentoFiquei Noiva... e Agora?Fiquei Bridezilla – (oops) Noiva
Fiquei Noiva... e Agora? - O Casamento

Fiquei Bridezilla – (oops) Noiva

07/03/2016 By: Nicole Kopenhagen

Você acabou de decidir passar o resto da sua vida com alguém. Achou que iam valorizar essa decisão? Errou. Errou pq assim que você resolve compartilhar essa imensa alegria as pessoas tem a tendência de já cobrar um próximo passo : “Já sabem onde, quando, como? E Noivado, vai ter festa? Quem são as madrinhas? Já procuraram apartamento?”

UFA, CALMA.
Põe um tampão no ouvido. Rsrs
Esqueçam os outros e lembrem-se que essa é apenas uma das fases para ensinar vocês a saberem separar OS outros de VOCÊS dois. O casamento é feito de DUAS pessoas. A partir do momento que você envolve a opinião dos outros, as coisas estão fadadas a dar errado.

Hoje eu vejo cada vez mais gente não querendo casar com festa pois é sinônimo de stress. Stress por conta de que? Da pressão dos pais? Da Sociedade? Dos amigos?
Parem. O mais difícil já foi feito: encontrar nesse mar de gente, nesse mundo caótico alguém que te complete, te equilibre, alguém para amar.
A festa é apenas a comemoração. É uma simbologia de transição para essa nova fase na vida do casal.

No antigo sistema patriarcal, “os pais casavam os filhos” e o amor pouco importava, uma vez que a decisão começava e terminava nos pais. Eles tinham até que ceder uma parte do seu património (casa e terras) para o sustento e a moradia da nova família. A cerimônia de casamento nasceu na Roma Antiga e incluía o ritual da noiva se vestir especialmente para a cerimônia, o que acabou por se tornar uma grande tradição. Antigamente, os pais dos noivos decidiam absolutamente tudo? Orçamento, comidas, músicas e decoração. E os noivos?! Estes tinham apenas que aparecer na data e na hora exigida.

As coisas mudaram e evoluíram; (Graças a Deus) e hoje, podemos escolher nosso próprio companheiro de vida. Temos o livre arbítrio de escolher o marido por motivos pessoais, motivos que as vezes só o coração sabe.
Os tempos evoluíram TANTO. Hoje quem decide ‘o que’ e ‘como’ em relação a festa são primordialmente os noivos. O problema é que a realidade não é sempre assim. Muitas vezes os pais se involvem mais do que deveriam; o casamento virou uma verdadeira indústria e, hoje, a coitada da noiva ‘tem que’ contratar um milhão de fornecedores para fazer uma festa bem vista e tradicional, não é mesmo!? Por isso que hoje em dia existe o serviço de assessoria para organização do casamento. Pois a figura da Bridezilla se tornou comum a todas as noivas.

A organização da festa de casamento deixou de ser algo gostoso e inesquecível e virou uma lista de tarefas e “tem que’s ” que sufocam e deixam qualquer um maluco.

Planejar um casamento hoje em dia realmente pode não ser fácil. Mas de certa forma, é como se fosse um ensaio para a vida de casado. Pois pela primeira vez o casal, como uma UNIDADE está tendo que fazer decisões que agradam a ambos, lidar com as respectivas sogras, fazer concessões para agradar um ao outro e o principal, lidar com um orçamento.
Eu peço que vocês encarem o desafio do pré casamento como uma OPORTUNIDADE de aprender a lidar um com o outro e com os obstáculos que surgem no meio do caminho.
É uma oportunidade de crescer um com o outro. De entender o que é importante para o seu parceiro e RESPEITAR, e CEDER. É importante o noivo aprender a superar fases em que sua futura esposa estará mais nervosa por motivos que parecem bobagem mas para ela são importantíssimos. Ao mesmo tempo é imprescindível que a noiva encontre um meio termo pois agora a vida não gira mais em torno só dela, e a sua instabilidade afeta DIRETAMENTE o relacionamento.

Criei esse site para poupar vocês o máximo possível nessa jornada de noivos. Para dizer que não existem fórmulas prontas, mas sim caminhos já trilhados, e que pela experiência e vivência dos outros podemos evitar dificuldades desnecessárias.

Entendam que a vida em geral é um reflexo das nossas vontades e atitudes. Se você reduzir suas expectativas , se livrar das cobranças  e abordar essa fase sem “tem que’s” mas como uma oportunidade de crescer , de brindar uma transição de vida e de celebrar o verdadeiro amor. O resto é resto. É consequência. O principal que é um companheiro de vida, familía, verdadeiros amigos , você já tem. A flor, o sousplats, a cor do sapato, são como o nome em si já diz: APENAS DETALHES.
AlainM_NicoleAndHenrique_0461-sos_brides

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Descontos