HomeCasei... E Agora?O Quebra-Cabeça do Amor
Casei... E Agora? - Experiências de Vida - Nossa vida a dois (Adaptação)

O Quebra-Cabeça do Amor

23/02/2016 By: Nicole Kopenhagen

Amar, se relacionar é acima de tudo saber se ENCAIXAR.  Se encaixar com o universo do outro, sem perder o seu. Acredito que um dos grandes culpados dos relacionamentos azedarem é quando um resolve ‘se transformar’ no outro,como reflexo no espelho, perde sua identidade – ou melhor, não perde: guarda bem  guardado, lá no fundo. Ninguém perde sua identidade , seu DNA, ninguém MUDA, as pessoas evoluem & melhoram mas a BASE – o molde, FICA.

O reflexo gosta de fazer tudo igual, assiste os mesmos canais na televisão, gosta dos mesmo livros, tem os mesmos medos , desgosta das mesmas coisas. Ou seja, uma réplica perfeita, que não entra em choque com nada. Acontece que amar não é e nem nunca será se envolver com uma pessoa perfeita, aquela dos sonhos, príncipes e princesas não existem.

O príncipe vira sapo de vez em quando sim, e você de princesa vai virar bruxa direto, principalmente durante a TPM.  Não é conto de fadas , é vida, e além de cada um ter o SEU UNIVERSO, cada um carrega em seus ombros a SUA BAGAGEM, seja ela leve ou pesada – ela que nos transforma, ela que cria nossos medos ou nos ensina a ter coragem. Mas a bagagem de ninguém é igual. Porque cada um assimila uma experiência de vida de uma forma única.
Por isso, olhe para seu parceiro(a) e encare- o como SER HUMANO; ou seja, você deve lembrar que ele é falho, não é máquina,  e cada um é CADA UM & cada um tem a SUA história.

puzzle3-sos_brides

Então por que será que esperamos dos nossos companheiros as nossas atitudes?
Acho que é culpa daquela frase célebre que crescemos ouvindo “faça com os outros o que gostaria que fizessem com você” mas PERAÍ: QUEM DISSE que o que o outro gostaria é a mesma coisa que você.
Aí começa, você começa a exigir do outro o que você imagina ser certo pois é o que você espera de um relacionamento, e seu  parceiro ou age da mesma forma e vocês se afastam, ou se anula, vira reflexo. O problema do reflexo é que ele não agrega em nada.
O amor só é lindo e serve seu propósito  quando encontramos alguém DIFERENTE de nós, e que com essas diferenças nos ajuda a evoluir, a se transformar no melhor que podemos ser.

Eu ouvi uma vez a seguinte história e me marcou pelo seguinte motivo:  eu cometia exatamente esse erro com meu namorado (hoje meu marido) e – sendo sincera, ainda cometo. Ainda estou aprendendo. Por isso é sempre bom relembrar.

A história fazia a analogia de que cada um no relacionamento seria uma cor.

Eu verde e meu marido amarelo.

Juntos somos AZUL.

Acontece que quando o verde encontra o amarelo ele entra em território desconhecido. Imagina: eu, verdinha, tinha MINHA rotina, e confesso que minha rotina é beeem devagar, faço tudo no MEU tempo, quando me apresso e me pressiono eu travo, não funciono. A noite antes de dormir PRECISO assistir televisão, não sei, é uma espécie de recompensa – acho que foi de ouvir minha mãe falar a vida toda “se vc se comportar e fizer sua lição pode ver televisão antes de dormir” – pois então até hoje eu sinto que depois de um dia de trabalho eu MEREÇO assistir Kardashians, Orange is the New Black, Mad Men (haha uma viciada por séries).  No fim de semana eu ADORO acordar tarde e não ter nada para fazer, tomo aquele café da manhã na bandeja de uma hora, durmo de novo, sem pressa para nada. Fim de semana eu aboli a palavra “TEM QUE” , fim de semana não ‘tenho que’ NADA , e ADORO.

E sozinha, essa minha rotina ‘VERDE’ funcionava perfeitamente.

Aí conheci meu marido, então namorado – AMARELO rsrs. E lógico, mulher apaixonada com homem autosuficiente, vira burra  ( tem exceção, mas eu era a burra). Quando digo burra, é que se anula, então, meu timing virou o dele, passei a acordar com ele super cedo no fim de semana e sair correndo pq TINHA QUE ir malhar para depois tomar sol. Ao invés dos meus seriados eu assitia canal OFF e ESPN. Na hora de dormir,NADA de televisão. E  gente “AD O RAVA” assitir ele jogar vídeo game HORAS (#SQN) – Aquele barulho de tiroteio delicioso do joguinho HORAS. MMM…Mara né? Enloquecedor – mas fingia que gostava. E fazia esse papel com uma série de coisas.
Eu virei ‘amarela’. Me ‘vendi’ amarela.

Aí, com o tempo, o `amarelo’ começou a me sufocar. Tem uma frase em inglês que fala ‘sooner or later EVERYBODY shows their true colors’; isso é a mais pura verdade, e nessa história –literalmente.  É o que falei no começo desse texto, podemos virar reflexo, mas VOCÊ ainda existe, nunca vai deixar de existir.

Então eu voltei a ser verde – me protegi. E muitas vezes a gente brigava ( e ainda briga).  No fundo é porque ele não é verde como eu, e eu não sou amarela como ele. Em diversos momentos assumo que quis mudar ele, fazer ele ficar verde, como eu; e ele a mesma coisa, tentava me mudar para ser como ele.

Acontece que os dois têm personalidades muito fortes (AINDA BEM). Então o Henrique, Amarelo, continuou com seu JEITO, seu super ânimo matutino, suas emoções e comportamentos.  Seus pontos de vista.

Nos primeiros meses casados a diferença das cores SALTA aos olhos. Cada um tentou impor a sua COR.

Até que percebemos que para se transformar em AZUL, eu preciso sim de um pouco de amarelo, e ele precisa de um pouco de verde.

Ninguém perdeu sua essência, se desestruturou.  Ninguém desapareceu.
Aprendemos que se nos complementarmos, nos completamos.
Viramos AZUL.

Virar azul, é aprender a ceder sem virar reflexo. É criar um terceiro modelo , que funciona para AMBAS as partes.

Virar azul, é aprender a encaixar a peçinha um do outro, e para isso aparar algumas arestas.

Amar, se relacionar é isso:  aprender a encaixar as peças de um quebra cabeça para criar algo MAIOR – Algo lindo, que sozinho como a peça de um quebra cabeça não faz sentido nenhum, mas junto , NOSSA –  vemos a mais linda imagem, e de repente enxergamos a beleza do todo.

Se houver algum segredo para o amor é esse: saiba virar AZUL, encaixe as peças do quebra-cabeça.

puzzle-sos_brides

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 Comentário:O Quebra-Cabeça do Amor
  1. Angela

    Excelente texto! Casamento é aprendizado diário! Parabéns! O site tá incrível!

  2. ana lucia

    maravilhoso

  3. Sophie

    Lindo !!! Excelente reflexão. É verdade.

Descontos